Citroën comemora 105 anos de uma história repleta de tradição, evolução e disruptividade

by Colaborador

Protagonista de uma das mais ricas e tradicionais trajetórias do universo automotivo, a Citroën celebra neste mês de junho 105 anos de uma história contada ao longo do tempo por novas tecnologias, campanhas publicitárias marcantes, veículos icônicos e até por um logo que se renova junto com seus produtos.

Claro que para chegar a esses 105 anos, muita água – e limões – passaram por debaixo da ponte. Tudo começou, obviamente, quando em 5 de fevereiro de 1878, nascia em Paris, na França, o seu fundador, André-Gustave Citroën, cujo sobrenome se originou de maneira bastante curiosa.

Em 1811, por conta da realização de um censo proposto por Napoleão Bonaparte, todos os cidadãos deveriam ter sobrenome. Os que não tivessem, deveriam adotar uma alcunha que o identificasse pela profissão exercida. O bisavô de André, Roelof, que era vendedor de frutas, passou a se chamar Roelof Limoenmann (literalmente, “o homem dos limões”), em referência à sua profissão. No entanto, por outras necessidades, o Limoenmann virou Citroen, apelido que, em neerlandês, é grafado sem o trema e significa “limão”.

Durante todos esses anos, alguns dos destaques foram além das inovações que se referem exclusivamente a chassis, motores e estrutura mecânica, já que seu fundador sempre entendeu toda a força que há por trás de uma produção: mão de obra, comunicação, direitos trabalhistas e pós-venda.

PIONEIRISMO EM DIFERENTES FRENTES

Em 1919, em um terreno no Cais de Javel, em Paris, nasceu a fábrica de automóveis André Citroën, sendo um dos projetos iniciais da nova planta o Type A 10 HP, primeiro automóvel europeu construído em série e o primeiro automóvel francês com direção à esquerda. Foi fabricado até 1921.

Junto com o Type A 10 HP, surgiu outra parte de toda essa história e que também já passou dos 100 anos: o “Deux Chevrons”, ou Duplo Chevron, logotipo da marca inspirado em uma engrenagem, em forma de V, fabricada em moldes de areia e utilizada principalmente na moagem de farinha.

Ainda entre os anos de 1919 e 1927, Citroën não só se tornou o primeiro empregador na França a pagar o décimo terceiro mês a seus funcionários, como implementou serviços sociais, cantinas e creches para as colaboradoras que tinham filhos. Ele também criou um serviço completo de pós-venda que incluía uma rede de reparadores, um catálogo de peças, garantia, aluguel de carros e venda a crédito.

Com as campanhas publicitárias, não poderia ser diferente. Em 1922, durante o Salão do Automóvel de Paris, o nome da montadora foi escrito no céu com a fumaça de um avião ao longo de cinco quilômetros. Em 1980, o anúncio do Citroën Visa GTI chamou a atenção quando o veículo foi lançado de um porta-aviões e, logo em seguida, surgiu em cima de um submarino.

MODELOS QUE MARCARAM ÉPOCAS

Quase um centenário, o Traction Avant, apresentado em abril de 1934, tornou-se um ícone por ser o primeiro modelo a combinar, em uma única estrutura, suspensão independente, carroceria monobloco, tração dianteira e freios hidráulicos.

Há 102 anos, durante o Salão Automóvel de Paris, a marca apresentou o 5 CV, primeiro automóvel concebido para as mulheres. Leve, com um motor de 4 cilindros, sua manutenção era muito simples e os pneus estreitos tornavam a condução mais suave.

No mesmo evento automotivo francês, só que na edição de 1948, era apresentado o 2 CV, originado no projeto “TPV” (“Toute Petite Voiture” ou “carro muito pequeno”) de 1936, cujo objetivo era tornar os carros versáteis, econômicos e acessíveis. Inicialmente equipado com motor bicilíndrico plano de 9 cv, 375 cc, refrigerado a ar, capaz de atingir velocidade máxima de 50 km/h, o veículo foi considerado uma revolução na indústria.

No segmento de utilitários, uma das estrelas foi o Citroën TUB, produzido entre 1939 e 1941 e que inaugurou no mercado o conceito de tração dianteira.

Em 2001, inaugurou sua produção no Brasil com o lançamento do Xsara Picasso, primeiro monovolume fabricado no país. Dois anos depois, chegava o C3, um novo conceito de carro popular e considerado uma solução prática para o dia a dia na cidade. A Citroën celebra esse aniversário dando prosseguimento a lançamentos ainda mais inovadores e acessíveis. Muito em breve, chegará o terceiro produto do projeto C-Cubed, o Basalt, implantado especificamente para garantir o crescimento da marca em regiões estratégicas, incluindo Ásia e América do Sul.

Fonte: Stellantis

You may also like

Produção

PRC RACE & TOW
GRAND PRIX SERVICE CONSULTING

COLABORADORES

A opinião dos colunistas não reflete necessariamente a opinião dos editores e/ou das empresas responsáveis por esse projeto.

Nossos colaboradores participam voluntária e gratuitamente desse projeto.

Email: contato@aovolante.tv.br