/* ]]> */

VW Nivus estreou novo VW Sign & Drive

A Volkswagen anunciou no dia 4 de fevereiro do ano passado que o VW Sign&Drive, serviço de assinatura com contratação on-line criado para atender os clientes proprietários e usuários de produtos Volkswagen, ganharia mais um modelo da VW em seu portfólio.

O VW Nivus era o mais recente carro da marca a receber o Sign&Drive. Com design desruptivo, novos conceitos de conectividade e tecnologia a bordo, o Nivus estava mais próximo dos carros norte-americanos, que já contavam com esse produto há várias décadas.

A Volkswagen considerava o Nivus o primeiro Smart Car do país e, realmente, o SUV compacto vinha equipado com tudo que a VW disponibilizava em seus carros de categoria superior. Além de T-Cross, Tiguan, Jetta e Virtus, a Volkswagen do Brasil, em parceria com a Volkswagen Financial Services e com a Assobrav, incluiu o VW Nivus Highline em sua linha Sign&Drive. Naquele momento, o VW Sign&Drive estava disponível no Estado de São Paulo e  com planos para expandir para outras praças ainda no primeiro semestre daquele ano.

Como funcionava o VW Sign&Drive?

Simples de explicar, mas complexo para ser posto no mercado. Na realidade, o programa VW Sign&Drive permitia que o cliente assinasse de forma digital, no website da VW, o serviço por um período de um ou dois anos (a depender do modelo escolhido) e pudesse usufruir de um veículo Volkswagen. Estavam inclusos na assinatura: documentação (IPVA, licenciamento e emplacamento), seguro, manutenção preventiva e franquia de 1.800 km para rodar por mês.

O programa era desenvolvido em parceria com a Assobrav e com a Fleet Solutions Brasil, empresa da Volkswagen Financial Services que atuava na terceirização e gestão de frotas. Esta fase piloto do programa teve duração até o fim dos estoques.

Era possível contratar o serviço de duas formas: on-line ou presencialmente na concessionária. De forma simples, rápida e digital, em seis passos o cliente pode assinar seu VW no www.vw.com.br/signanddrive, bastava: 1) selecionar o modelo, 2) customizar o plano, 3) se cadastrar, 4) fazer o upload dos documentos, 5) confirmar os dados e escolher a concessionária de retirada e, por último, 6) assinar digitalmente. Após a contratação, a retirada do veículo era feita na loja selecionada no final do pedido.

O cliente também podia dirigir-se até uma concessionária Volkswagen do Estado de São Paulo. Ele contaria com a ajuda do vendedor para indicar os modelos disponíveis e auxiliá-lo a registrar seu pedido na plataforma VW Sign&Drive. As revisões periódicas poderiam ser realizadas em qualquer concessionária da rede Volkswagen. Ao final dos 12 ou 24 meses, o concessionário poderia oferecer um novo contrato de assinatura.

A Volkswagen esperava angariar ainda mais clientes com o VW Sign&Drive e acreditavam que todo o produto que gerasse valor ao cliente deveria ser colocado à disposição para facilitar a vida do usuário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.