/* ]]> */

Chevrolet confirma estreia do SUV do Bolt no Brasil em 2023

Fabricante também anunciou chegadas de versões elétricas de Blazer e Equinox

SUV do Bolt será lançado na Colômbia antes de estrear por aqui

O jornalista Vitor Matsubara, para Automotive Now, em junho de 2022, anunciou que a Chevrolet confirmou a estreia do Bolt EUV no Brasil. A versão EUV do modelo (do inglês “veículo utilitário elétrico”) estreia na Colômbia no segundo semestre deste ano e chega aos outros mercados da região (inclusive o nacional) a partir de 2023.

Inclusive, comentava-se se a Chevrolet ficaria para trás na briga pelo mecado dos “eletrificados”.


A nova geração do Bolt era um dos quatro lançamentos programados para o final de 2021, mas problemas relacionados à produção do veículo adiaram a estreia do carro por aqui.

O Bolt EV, inclusive, não deixará de ser trazido para cá. Segundo a GM, “um novo lote do produto, que passou por atualizações visuais e de acabamento recentemente, será disponibilizado em breve no país”.

Outros elétricos nos planos

Blazer EV também será lançado no mercado brasileiro

O SUV do Bolt será o primeiro elétrico vendido pela Chevrolet no país. Depois dele, o recém-apresentado Blazer EV e o Equinox EV também serão lançados no país. Ambos terão lançamento primeiro nos Estados Unidos e chegarão à América do Sul, embora a GM não tenha revelado a data de estreia dos carros.

Segundo Marina Willisch, vice-presidente de Comunicação, Relações Governamentais e ESG da GM América do Sul, a empresa vai oferecer “a mais completa linha de veículos elétricos do mercado, com opções nas mais diversas faixas de preço e tamanho”.

“O avanço da eletrificação vai depender das características de cada mercado. Mas a região da América do Sul tem potencial para se tornar um pólo de produção e exportação de carros elétricos”, afirmou Santiago Chamorro, presidente da GM América do Sul.

Diferentemente de outras fabricantes de veículos, que defendem a venda e, eventualmente, a produção de veículos híbridos no Brasil, que combinem motores flex e o uso de etanol e propulsores elétricos, a General Motors advoga para que o mercado local pule essa etapa. A companhia aponta que vai investir direto em veículos puramente elétricos, ainda que não apresente uma estratégia clara dessa transição.

Os problemas do Bolt

O calvário do Bolt começou em novembro de 2020, quando a GM realizou um grande recall por conta de casos de incêndio. Um segundo recall foi realizado em julho do ano passado.

Porém, o auge veio em agosto de 2021, quando a Chevrolet anunciou que toda a produção dos modelos Bolt EV e Bolt EUV (ou seja, mais de 140 mil veículos) precisaria ser inspecionada por causa de um registro de incêndio. Com isso, até as unidades da versão anterior do carro vendidas no Brasil foram investigadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.