/* ]]> */

Fiat quer “eletrificação acessível” com novo Panda elétrico e modular

O novo Panda 100% elétrico da Fiat, baseado no carro dos anos 80 (o qual inspirou o Uno), já é conhecido do público desde 2020, embora não tenha sido lançado. Nesta semana, o CEO Olivier François deu uma entrevista ao site AutoExpress UK em que falou mais sobre os planos da montadora para o futuro e trouxe novidades sobre o modelo.

Segundo François, o carro será de entrada, como se espera, e terá preço menor que o do Fiat 500e. Esses dois modelos serão os “pilares” da nova fase da Fiat, que terá ênfase em elétricos. O plano é de uma “eletrificação acessível”, nas palavras de François, e desenvolvida ao longo de cinco anos.

Mas ainda não é certo que o Panda se chamará Panda. “O que é certo é que agora eu tenho a possibilidade de inventar um novo nome ou de aproveitar algum nome mítico do passado”, disse o CEO. “Eu estou mais inclinado à segunda opção porque nós temos esses templates famosos e com muitos clientes felizes”, disse.

“Vamos fazer um carro para o segmento B [Panda elétrico] e depois virá um novo Punto? Ou vai haver um super Panda? Eu não sei. Nós iremos descobrir. O que é muito importante, e este é o ponto onde você tem meu total comprometimento, é que obviamente, numa primeira olhada, mesmo sem a insígnia ou o nome da marca, você irá reconhecê-lo como um Fiat”, afirmou François.

Modelo chega ainda em 2022

Previsto para o segundo semestre deste ano, o Panda elétrico supostamente tem o design baseado no Centoventi, carro conceito de 2019 que ganhou vários prêmios. O Centoventi foi planejado para vir em versão única que poderia ser customizada com quatro tetos, quatro para-choques, quatro envoltórias de roda e quatro pinturas à escolha do cliente. Tanto essas partes como os acessórios internos seriam intercambiáveis e no estilo “plug and play”, ou seja, o próprio usuário poderia retirar e encaixar o que quiser.

Outra mudança é que, em vez da tela central com as informações do computador de bordo e de entretenimento, o carro teria um dock para acoplar um telefone ou tablet. Tudo isso tornaria o modelo mais barato e acessível para consumidores de classes mais baixas.

É isso que veremos no novo Panda? Sem confirmação oficial, é impossível saber. Mas as falas de François apontam nessa direção. “Há um futuro para a Panda como marca… é por isso que eu sugeri que o novo 500 fosse conversível: alto padrão, cheio de opções e com um preço de 30 mil euros. Porque no dia em que eu apresentar o Panda futuro, eu provavelmente irei na direção oposta. Vou introduzir a versão mais crua possível e com um preço incrível”, disse o CEO.

Fonte: Automotive Business

Stellantis e Ecovagas anunciam ampliação da parceria nos pontos de recarga para veículos híbridos plug-in e elétricos no Brasil

A unidade de negócio global de e-Mobility da Stellantis surgiu para repensar o modelo de mobilidade com o compromisso de um futuro mais sustentável e atuar na melhoria do ecossistema relacionado à mobilidade elétrica. Com foco nesse ecossistema, a Stellantis acaba de renovar por mais três anos o contrato das Ecovagas, uma parceria entre a Estapar, maior rede de estacionamentos do país, e a Enel X Way, linha de negócios do Grupo Enel dedicada à mobilidade elétrica, que inclui a extensão da parceria e a ampliação do número de vagas com pontos de recargas para veículos híbridos plug-in e elétricos no Brasil. A previsão é que, até o fim do ano, cerca de 500 vagas com estações de recargas estejam disponíveis nas mais diversas cidades brasileiras e potencial expansão gradativa para mil pontos a partir de 2023.

Atualmente, os clientes Stellantis têm acesso a mais de 200 pontos de recarga instalados em 29 cidades, em 13 estados brasileiros. Esta é a primeira rede de recarga semipública para veículos híbridos plug-in e elétricos do país. A localização de cada ponto de recarga está disponível para consulta nos sites de veículos elétricos e híbridos plug-in da Stellantis (Fiat, Peugeot e Jeep).

“A ampliação das Ecovagas chega em um momento importante, para dar suporte aos mais recentes lançamentos de veículos híbridos plug-in e elétricos de passeio da Stellantis. Atualmente, estão à venda no Brasil o Fiat 500e, o Peugeot e-208 GT, além do novo Jeep Compass 4xe híbrido plug-in. A previsão é que até 2025, a Stellantis tenha mais sete elétricos e híbridos comercializados no país”, destaca Breno Kamei, Diretor dos Programas e Planejamento de Produtos da Stellantis e da Marca Ram para a América do Sul.

Os proprietários de veículos elétricos e híbridos plug-in da Stellantis podem estacionar nas vagas designadas pela parceira pagando apenas a taxa relativa ao estacionamento, sem custo adicional pela utilização do serviço de recarga. Esse benefício também se estende aos novos pontos de recarga implantados, os quais estarão potencialmente disponíveis até o final de 2023 e se localizarão em pontos estratégicos, como restaurantes, rodovias, condomínios, centros empresariais, aeroportos, estádios e hospitais, além dos estacionamentos da Estapar. As vagas da Ecovagas contam com equipamentos com a tecnologia da Enel X Way, capazes de carregar 80% da bateria de um veículo elétrico em três horas.

“Estamos oferecendo aos nossos clientes e parceiros a conveniência com o que há de mais moderno e inovador dentro do setor. A recarga dos veículos elétricos já é uma quebra de paradigma”, afirma André Iasi, CEO da Estapar.

“A ampliação desta parceria se insere no contexto de uma demanda crescente por carros elétricos no país e está alinhada ao nosso foco, que é desenvolver soluções para infraestrutura de recarga com inteligência e conectividade”, afirma o responsável pela Enel X Way Brasil, Paulo Roberto Maisonnave.

As novas vagas serão disponibilizadas aos clientes Stellantis (Fiat, Peugeot e Jeep) ao longo dos próximos meses e estarão à disposição a medida em que forem concluídas. Não há previsão de término desta parceria e novas parcerias e associações já estão mapeadas e em desenvolvimento pelo time da unidade de negócio de e-Mobility da Stellantis presente no Brasil. A perspectiva é aumentar e fomentar a oferta de pontos de recarga disponíveis no país, com benefícios especiais aos clientes do grupo, em áreas já consideradas no dia a dia do cliente. 

Considerando que o foco no cliente representa um dos valores centrais da estratégia da Stellantis, esta parceria representa claramente o compromisso da empresa em oferecer um conjunto completo de serviços competitivos a todos os seus clientes que optam pelo elétrico. O plano estratégico de longo prazo “Dare Forward 2030” está em plena execução e a ambiciosa meta de descarbonização em 2038 será alcançada graças a acordos de cooperação como este.

Eletrificação e e-Mobility

Ao mesmo tempo em que amplia sua oferta de modelos elétricos e híbridos, a Stellantis impulsiona o ecossistema de mobilidade elétrica para dar suporte aos usuários dos novos veículos, através do departamento de e-Mobility, que reúne soluções globais e nacionais voltadas para a mobilidade elétrica e sustentável. O departamento tem integração global, com a missão de desenvolver e fomentar novas soluções de mobilidade alinhadas à eletrificação e sustentabilidade, contribuindo para o desenvolvimento da infraestrutura necessária para a utilização da propulsão elétrica. O e-Mobility busca, por meio de ações e parcerias soluções integradas, assegurar a melhor experiência ao consumidor e simplificar a vida do cliente que escolhe ter um veículo elétrico.

Para a Stellantis, a eletrificação é uma iniciativa importante no desenvolvimento da mobilidade sustentável e na busca de maior eficiência energética. As estratégias do grupo estão alinhadas ao desenvolvimento de soluções em produtos e serviços em eletrificação, eficiência energética, redução de emissões, direção autônoma, carros mais tecnológicos e conectados com plataformas de conteúdos e e-commerce.

Atualmente, a empresa conta com seis veículos elétricos e híbridos no Brasil, como o Fiat 500e, Peugeot e-208 GT, Jeep Compass 4xe híbrido plug-in, além dos veículos comerciais: Citroën ë-Jumpy, Peugeot e-Expert e Fiat e-Scudo. Até 2030, a empresa projeta ter até 20% do mix de vendas em tecnologias eletrificadas no Brasil e na América do Sul.

Fonte: Stellantis

Citroën Ami é destaque em evento de e-commerce no Brasil

A Citroën foi um dos destaques da edição 2022 do Mercado Livre Experience (Meli XP), evento do maior marketplace da América Latina. Realizado na última quarta-feira (31) no Transamérica Expo Center, em São Paulo, o Meli XP trouxe um ambiente focado em novidades de e-commerce, logística e geração de negócios.

O grande destaque do estande de 65 m² da Citroën foi o Ami, a solução de mobilidade elétrica que fez no Meli XP sua primeira aparição pública no Brasil. O Ami é uma alternativa inteligente para deslocamentos urbanos e logística.  Elétrico e alinhado a uma proposta sem emissões, o Ami tem motor de 6 kW, que lhe dá a agilidade necessária em diversos ambientes, com velocidade máxima de 45 km/h.

Com só 2,41 metros de comprimento e 1,36 metro de largura, a solução de mobilidade tem autonomia de até 75 km pelo ciclo europeu e sua recarga pode ser feita em qualquer tomada de 220V convencional em somente três horas. E o mais prático: seu cabo de recarga fica embutido no próprio carro, bastando conectá-lo em qualquer tomada.

Outra atração da Citroën no Meli XP foi o Ë-Jumpy, primeiro modelo elétrico da marca no Brasil, capaz de levar até 1 tonelada de carga e com autonomia de até 330 km. Com um baú de carga de 6,1 m³, o Ë-Jumpy é a solução ideal para empreendedores e companhias que buscam uma solução para o transporte urbano de cargas sem emissões.

Acompanhando o lema do Mercado Livre Experience 2022, que é ‘Gerando Negócios, Transformando Vidas’, a Citroën e suas mais recentes tecnologias em mobilidade inteligente vão justamente ao encontro deste novo momento da marca: o de oferecer soluções mais limpas, mais inovadoras e cada vez mais acessíveis.

Fonte: Stellantis

ID. Buzz é atração principal da Volkswagen no Rock in Rio

São Bernardo do Campo (Brasil) – A presença VIP mais esperada deste ano está confirmada: a Kombi elétrica estará no Rock in Rio. A Volkswagen do Brasil, patrocinadora do maior festival de música e entretenimento do mundo, confirma a exposição de seu verdadeiro clássico atualizado durante o evento, que começa no dia 2 de setembro, no Rio de Janeiro. Esta é a primeira aparição do modelo na América Latina.

A iniciativa da presença da Kombi elétrica no Brasil, assim como a vinda de outros modelos do ID. Family, como os totalmente elétricos ID.3 e ID.4, para testes de engenharia e participação em eventos, vai de encontro à iniciativa Way to Zero e fortalece o compromisso da marca no que diz respeito aos planos para descarbonizar a empresa e seus produtos.

Uma Rockstar chamada Kombi Elétrica

O ID.Buzz tem todos os predicados de uma grande estrela. Totalmente elétrico, o modelo se baseia na primeira geração da Kombi original, a T1, e resgata um dos maiores ícones do design automotivo para a era da mobilidade elétrica. Foi construído sobre a plataforma modular elétrica (MEB) do Grupo Volkswagen. Trata-se da primeira plataforma escalável de grande produção no mundo para carros totalmente elétricos. Atualmente, 30% de todos os veículos elétricos do Grupo já são baseados na MEB. Até 2025 mais de 80% dos veículos da marca serão MEB.

E o hit continua: o ícone automotivo é equipado com uma bateria de 77 kWh que fornece corrente para um motor elétrico de 204 cv, que movimenta o eixo traseiro. A potência de carga, utilizando corrente alternada (AC), é de 11 kW. Com uma tomada CCS, numa estação de carga rápida de corrente contínua (DC), a potência de carga aumenta para até 170 kW. Carregada dessa maneira, o nível da bateria sobe de 5% para 80% em cerca de 30 minutos.

Os sistemas de assistência da Kombi elétrica são um show à parte. Entre a lista estão o sistema de alerta local ‘Car2X’, que utiliza sinais de outros veículos e da infraestrutura de transporte para detectar perigos em tempo real, o Front Assist, o Lane Assist, e o “Travel Assist com Swarm data”, que facilita a condução parcialmente autônoma em toda a faixa de velocidade e, pela primeira vez, a mudança de faixa assistida na estrada. Tudo para uma direção segura e sempre divertida a bordo da lenda.

ID. Buzz e Kombi “Corujinha” na Rota 85 do Rock in Rio

Co-patrocinadora do Palco Sunset, a Volkswagen terá a exposição do ID. Buzz na chamada Rota 85 do evento. Este será o segundo ano consecutivo do espaço dedicado ao ano que o Rock in Rio ganhou vida, 1985, e colocou o Brasil na rota dos shows internacionais. Como num túnel do tempo, este é um dos locais mais concorridos para cliques, selfies e totalmente instagramável do festival. Ao lado da Kombi elétrica estará também a Kombi “Corujinha”, como é conhecida no Brasil a primeira Kombi, sendo um dos modelos mais lendários na história da Volkswagen e em todo o mundo automotivo.

Volkswagen no Rock in Rio

A marca terá um estande próprio interativo de três andares com aproximadamente 450 metros quadrados e localização privilegiada próxima ao Palco Mundo. Em seu estande, além do ID.4 e do VW Nivus, haverá um espaço dedicado ao Way To Zero, estratégia que visa neutralizar as emissões de CO2 até 2050. Neste plano de descarbonização da empresa, modelos elétricos vão se juntar no futuro aos modelos híbridos e flex com etanol na região. A empresa também conta com um espaço na área VIP do Rock in Rio que também terá exposto o ID.4.

Próximo à Cidade do Rock, a marca terá a Casa Volkswagen, ponto de encontro para todos os convidados da marca e ações com a imprensa, que contará com exposição de produtos, como a família SUVW, que inclui Nivus, T Cross e Taos, e o primeiro SUV elétrico da marca, o ID.4. Uma unidade do ID. Buzz também estará no local.

Fique ligado para mais informações sobre o ID. Buzz no Rock in Rio!

Você está recebendo este e-mail porque se cadastrou no site VW News e assinou a nossa newsletter.
Caso prefira não receber estes e-mails, clique aqui. Obrigado,

Equipe de Assuntos Corporativos e Relações com a Imprensa da Volkswagen Brasil.

O primeiro carro elétrico de Henry Ford

A Ford está avançando firme na eletrificação e projeta que até 2030 metade de suas vendas sejam de carros elétricos. Como parte desse plano, anunciou um investimento de US$ 50 bilhões nos próximos quatro anos, além de parcerias para garantir o fornecimento de baterias e matérias-primas.

O que poucos sabem é que as sementes dessa ideia foram lançadas na empresa há mais de 100 anos. Em 1913, Henry Ford, fundador da marca, criou um protótipo de veículo elétrico com a ajuda do amigo Thomas Edison, um dos maiores inventores do início da revolução elétrica.

Henry Ford trabalhou na Edison Illuminating Company, onde conheceu o patrão e foi incentivado por ele a levar adiante o seu projeto de desenvolver um veículo automotor. Mais tarde, na mesma época em que a Ford Motor Co. foi fundada, em 1903, Edison desenvolveu a tecnologia de baterias de níquel-ferro para uma variedade de usos.

A ideia de Ford era utilizar as baterias de Edison em uma linha de carros elétricos que se chamaria “Edison-Ford” e investiu US$1,5 milhão no projeto. Porém, eles não conseguiram extrair da tecnologia da época a capacidade necessária para o veículo funcionar a contento e passaram a testar baterias de chumbo, duas vezes mais pesadas.

Ford estava prestes a adquirir 100.000 baterias de Edison para o veículo experimental quando percebeu que ele não poderia competir com os automóveis a gasolina e teve de desfazer o negócio. Porém, a pesquisa de carros elétricos da Ford não parou. No final do século XX outros protótipos foram construídos, como o Comuta, projetado na Inglaterra e nos EUA em 1967, abrindo caminho para um desenvolvimento em escala comercial na década de 90.

Em 1996, a Ford lançou o primeiro veículo elétrico com emissão zero desenvolvido para venda por uma montadora, a Ranger. Agora, começa a trazer ao mercado uma geração totalmente nova, com a E-Transit, o Mustang Mach-E e a F-150 Lightning.

Em homenagem à amizade de Henry Ford e Thomas Edison, que deu início a esse legado, a empresa anunciou em 2017 a criação do “Team Edison”, equipe global encarregada do desenvolvimento de seus veículos elétricos.

Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company é uma companhia global sediada em Dearborn, Michigan. A companhia projeta, fabrica, comercializa e oferece serviços a uma linha completa de picapes, utilitários e carros – incluindo cada vez mais versões elétricas – e veículos de luxo da Lincoln; fornece serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company; e busca posições de liderança em eletrificação; soluções de mobilidade, incluindo serviços de condução autônoma; e serviços de veículos conectados. A Ford emprega aproximadamente 186.000 pessoas em todo o mundo.

Fonte: Ford

VW ID.4 faz trajeto de São Paulo ao Rio de Janeiro com única carga

São Bernardo do Campo | 22 de agosto de 2022 – O Volkswagen ID.4 conquistou seu primeiro recorde de autonomia em terras brasileiras. O primeiro SUV elétrico da Volkswagen percorreu 456 km entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro com uma única carga.

Veja o vídeo sobre o recorde do ID.4 aqui

O desafio foi provar que percorrer longas distâncias não é um problema para o ID.4 e que ele é ideal para lidar com qualquer situação de trânsito, seja em trajeto urbano ou em ciclo rodoviário. Para demonstrar a eficiência e a autonomia do modelo foi feito o trajeto de São Paulo ao Rio de Janeiro, passando pelo principal eixo de ligação entre as duas maiores regiões metropolitanas do Brasil.

Um ID.4 First Edition Max Azul, equipado com uma bateria com capacidade de 77 kWh e 204 cv de potência, saiu da fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP), dirigido por André Drigo, Gerente Executivo do Desenvolvimento do Produto, com destino final no Pier Mauá, no Porto Maravilha, centro do Rio de Janeiro. Na chegada, o painel de instrumentos digital de 5,3 polegadas marcava ainda 131 km de autonomia e 18% de carga, o que significa que ele ainda passaria da capacidade prevista, de 522 km (WLTC).

As condições de condução na viagem simularam um uso normal. Os sistemas de entretenimento, o DRL e o ar-condicionado estavam ativos durante o percurso, assim como os sistemas de assistência de condução, incluindo o controle adaptativo de cruzeiro (ACC), a frenagem automática de emergência com reconhecimento de pedestres e ciclistas, o sistema de manutenção de faixa, o detector de fadiga do motorista, o detector de ponto cego, além do Head up Display com realidade aumentada.

O Infotainment sensível ao toque, de 12 polegadas, exibia a rota até à Cidade Maravilhosa, utilizando espelhamento do celular, enquanto o ar-condicionado funcionava com a temperatura nos 22 graus. O modo de condução escolhido foi o Conforto – que aliada à suspensão adaptativa, promove mais maciez nas suspensões e melhor dirigibilidade -, e em D (Drive). “O interessante é que os sistemas de assistência realmente nos ajudam a conduzir o veículo de uma forma muito mais tranquila. O cansaço corporal sentido pelo motorista é praticamente eliminado. Os bancos também são muito confortáveis e a gente tem um contato visual com o trânsito de uma maneira diferente da habitual”, explica André Drigo.

A equipe de engenharia da Volkswagen do Brasil saiu da fábrica da Anchieta por volta das 6h da manhã e a temperatura marcava 15 graus. O ID.4 circulou com o motorista e mais um passageiro durante os 456 km e a velocidade média foi de 65 km/h. O SUV ainda conseguiu uma regeneração de 2% de carga no trecho da Serra das Araras, o que rendeu 28 km extras de autonomia total. Na chegada ao Rio, os termômetros apontavam 30 graus. “A condução a bordo de um modelo elétrico é diferente, mais consciente, mais eficiente e ainda assim muito divertida”, conclui André Drigo.

?Elétrico consagrado roda pelo Brasil

O SUV ID.4 acumula muitas conquistas: foi eleito o World Car of The Year 2021, decidido por um júri de mais de 90 jornalistas internacionais especializados em automóveis de 24 países, que escolhe entre as melhores inovações do mercado mundial. Também foi o vencedor do CarBuzz Awards 2021 na categoria “Save the Planet”.

No Brasil, o modelo participa de feiras, eventos e encontros com diferentes públicos. A estratégia da Volkswagen é disseminar a eletromobilidade e possibilitar a experimentação dos veículos “verdes”, reforçando a mobilidade sustentável no País, além de se conectar com novos consumidores. A próxima aparição pública do ID.4 será durante o Rock in Rio Brasil 2022, maior festival de música e entretenimento do mundo. A Volkswagen do Brasil, patrocinadora e carro oficial do evento, terá um estande próprio interativo de três andares com aproximadamente 450 metros quadrados e localização privilegiada próxima ao Palco Mundo. Em seu estande, além do ID.4, haverá um espaço dedicado ao Way To Zero, estratégia que visa neutralizar as emissões de CO2 até 2050. Neste plano de descarbonização da empresa, modelos elétricos vão se juntar no futuro aos modelos híbridos e flex com etanol na região. A empresa também conta com um espaço na área VIP do Rock in Rio que também terá exposto o ID.4.

*Agradecimento: Pier Mauá

PEUGEOT expande ofensiva de eletrificação em novas cidades do Brasil

A PEUGEOT anuncia abertura de oito novas lojas da Rede de Concessionárias, estruturadas especialmente para a comercialização e atendimento de pós-vendas para seus veículos elétricos, os “e-Centers”. A Marca disponibiliza atualmente para o mercado brasileiro, o hatch esportivo PEUGEOT e-208 GT e o veículo utilitário PEUGEOT e-EXPERT, ambos com motorização 100% elétrica e livres de emissões de CO².

Os modelos, podem ser adquiridos facilmente através do e-commerce da Marca ou em um dos e-Centers. E, a partir do mês de julho, a PEUGEOT amplia esse atendimento especializado para os elétricos em mais oito lojas em seis novas cidades, totalizando 10 e-Centers distribuídos pelo Brasil. Além dos dois pontos já existentes em São Paulo e no Rio De Janeiro, serão inaugurados mais três e-Centers no estado de SP, sendo um deles na cidade de Campinas e dois na capital paulista. Os outros pontos serão inaugurados nas seguintes cidades: Recife, Brasília, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis.

Assim como o atendimento, os equipamentos e o treinamento para a capacitação dos colaboradores realizarem a comercialização, revisão e reparos de veículos elétricos nos e-Centers, são diferenciados. A qualidade desse serviço é fundamental para que os consumidores PEUGEOT se sintam seguros e consigam aproveitar de forma completa a experiência única que os modelos proporcionam, tanto o veículo de passeio, quanto o utilitário com foco em uso profissional.

Além da Rede de e-Centers, os proprietários dos modelos elétricos da PEUGEOT, contam ainda com Call Center exclusivo, descarte de baterias com certificado verde em parceria com a Faarte através da Rede de Concessionárias e o PEUGEOT Assistance para todo território nacional, 24 horas, 7 dias por semana. Há também uma seleção de parceiros homologados para todas as soluções que o cliente do elétrico precisa, como carregadores wall-box (através da WEG) e vagas exclusivas com carregadores pela ESTAPAR (as Ecovagas).

O plano de expansão dos e-Centers é apenas uma parte da sólida estratégia da Ofensiva de Eletrificação da PEUGEOT no País, com o movimento nomeado MOVE TO ELECTRIC. “Para nós, estimular o crescimento de todo o ecossistema que suporta a oferta de veículos elétricos é tão importante quanto o próprio lançamento de novos produtos. Temos como objetivo aumentar nosso portfólio de elétricos, mas ir além dessa oferta e do atendimento especializado, também oferecer soluções inovadoras e alinhadas às necessidades atuais de mobilidade sustentável e melhoria nas cidades”, comenta Felipe Daemon, Head da Marca PEUGEOT na América do Sul.

A PEUGEOT participa ainda, da primeira edição do Parque da Mobilidade Urbana (PMU), realizado pelo Estadão e Connected Smart Cities. Durante os dias 23, 24 e 25 de junho, o público pode conhecer de perto e dirigir os elétricos PEUGEOT e-208 GT, PEUGEOT e-EXPERT e modelos elétricos de outras marcas. Com veículos em exposição, experiência de test drive, atividades interativas e muito mais, o evento que acontece no Memorial da América Latina em São Paulo (SP), conta com entrada gratuita mediante a inscrição pelo site. Para saber mais, basta acessar: https://parquedamobilidadeurbana.com.br/

PEUGEOT e-208 GT

Rápido, magnético e divertido de pilotar, o modelo é um veículo de passeio com vocação esportiva. O PEUGEOT e-208 GT alia performance, força, tecnologia e eletrificação de alto valor agregado em um só veículo, que permite atender a todos os gostos e preferências dos consumidores. Por fora, linhas puras que formam uma silhueta arrojada e esportiva, com um sutil equilíbrio entre robustez e suavidade. A dianteira é imediatamente identificável com a iluminação de faróis full LED na parte inferior que remetem ao “olhar felino com os dentes de sabre”, assinatura da PEUGEOT.

Sob o capô um motor de 260 Nm de torque imediatos (26,5 kgfm) e 136 cavalos de potência (100 kW), o PEUGEOT e-208 GT acelera de 0 a 100km/h em apenas 8,3 segundos. Com 50 kWh de capacidade, o modelo é capaz de percorrer até 340 km com carga completa (ciclo WLTP).

PEUGEOT e-EXPERT

O primeiro furgão elétrico da PEUGEOT conta com muita versatilidade e autonomia, ele eleva o conceito de conforto da categoria a um nível muito superior, desde o bem-estar a bordo até a tranquilidade em eficiência. O PEUGEOT e-EXPERT assegura essa dimensão ampliada de conforto, com a ausência de ruídos e vibrações e a uma condução suave. Um veículo prático, de fácil recarga com 6,1 m³ de volume útil e 1.000 kg de carga útil, aliado a um baixo custo de manutenção. Tudo isso somado a todas as qualidades herdadas do consagrado modelo a combustão, com ainda mais tecnologia e equipamentos embarcados.

O utilitário conta com conjunto de baterias de íons de lítio de 75 kWh capaz de garantir até 330 km de autonomia no ciclo WLTP. O motor elétrico do PEUGEOT e-EXPERT gera 136 cavalos de potência (100 kW) e 260 Nm de torque imediato (26,5 kgfm).

Fonte: Peugeot

Citroën amplia a rede de E-Centers com foco na eletrificação

A propulsão elétrica já faz parte da estratégia da Citroën no Brasil com o Ë-Jumpy, e a partir de julho o modelo passará a contar com uma rede de venda e assistência ainda maior. Atualmente com concessionárias em São Paulo e Rio de Janeiro, a rede de e-centers receberá mais sete pontos, em cinco novas cidades. Entre os locais contemplados nesta nova fase de expansão estão Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Recife (PE), Campinas (SP) e Brasília (DF).

“Esta etapa reforça a seriedade e respeito com que a Citroën trata seus clientes, incluindo aqueles que buscam uma mobilidade sem emissões, sem estresse e sem concessões com o novo Ë-Jumpy”, fala André Montalvão, diretor comercial para a Citroën no Brasil. Além de uma rede ampliada, os proprietários do Ë-Jumpy contam com uma garantia exclusiva de 8 anos ou 160 mil quilômetros para o conjunto de baterias tracionárias, 3 anos de garantia para o veículo, ou 100.000 km,  e um plano de revisões até 60% mais barato do que um modelo térmico equivalente.

Os e-centers receberam diferentes treinamentos e novos equipamentos para capacitar seus funcionários no atendimento, venda e manutenção de veículos eletrificados. Esta qualificação é essencial para garantir um suporte completo para os proprietários de Ë-JUMPY, garantindo a rentabilidade dos seus negócios. Essa ampliação pavimenta a história da Citroën no segmento eletrificado, um mercado que terá participação permanente da marca no Brasil.

“A expansão da capilaridade dos e-centers irá para contribuir para acompanhar a forte demanda pelo Ë-Jumpy, um utilitário que vem conquistando empresas e autônomos que buscam uma operação mais sustentável e com ainda mais rentabilidade”, diz Katia Ribeiro, Head de Veículos Utilitários Leves (VUL) da Citroën.

O Ë-Jumpy é oferecido no Brasil em um pacote completo, com controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, indicador de fadiga, freio de estacionamento eletrico, 136cv de potência e torque instantâneo de 260 Nm, três modos de condução e bateria de 75 kWh que possibilita uma autonomia de até 330 km. O modelo ainda é equipado com conector CCS, que permite uma recarga rápida da bateria de 0 a 80% em somente 45 minutos. 

Suas capacidades de carga e versatilidade são outros grandes diferenciais que o tornam a solução ideal para uma logística urbana sustentável: 6,1 m³ de volume de carga, 1 tonelada de carga útil e altura de 1,94 m, que garante fácil acesso a lugares com espaço reduzido e todos os tipos de garagem.

A marca Citroën

Desde 1919, a Citroën cria automóveis, tecnologias e soluções de mobilidade para responder às mudanças da sociedade. Marca de ousadia e inovação, a Citroën coloca a tranquilidade e o bem-estar no centro da experiência do cliente e oferece uma ampla gama de modelos, desde o diferenciado Ami, um objeto de mobilidade elétrica projetado para a cidade, até sedãs, SUVs e veículos comerciais, a maioria disponível em versões elétricas ou híbridas recarregáveis. Marca pioneira no atendimento e atenção aos seus clientes particulares e profissionais, a Citroën está presente em 101 países e conta com uma rede de 6.200 pontos de venda e atendimento em todo o mundo. 

Fonte: Stellantis

Novos Citroën C4 X e ë-C4 X elétrico unem elegância, requinte e atitude SUV

A Citroën acaba de revelar mundialmente os inéditos C4 X e ë-C4 X elétrico, reunindo o design único de um fastback, a versatilidade de um modelo quatro portas e a pegada SUV. Seu estilo marcante embala um pacote único de tecnologia, conectividade e conforto com uma ampla gama de motorizações de alta eficiência, incluindo uma versão elétrica com autonomia de até 360 km pelo ciclo WLTP.

“Estamos entusiasmados com a oportunidade apresentada pelos novos modelos ë-C4 X e C4 X, pois eles contribuem significativamente para a nossa presença de marca e objetivos de expansão de vendas, especialmente para mercados internacionais, bem como a Europa”, disse Vincent Cobée, CEO da Citroën. “Muitos clientes nos disseram que querem uma alternativa acessível, responsável e elegante em meio aos hatchbacks e SUVs no segmento de carros compactos de volume, e esta é a nossa melhor interpretação dessa necessidade — um design cruzado diferenciado e voltado para o futuro que oferece todo o conforto, tecnologia, segurança e valor que você espera da Citroën, mas também espaço excepcional e versatilidade de limusine com o benefício da energia totalmente elétrica e de emissão zero.”

Único e distinto, o C4 X carrega a nova identidade visual da Citroën, com faróis de leds afilados cujas linhas levam o olhar para o icônico Duplo Chevron que representa a marca há mais de 100 anos. Seu perfil aerodinâmico e esculpido cria uma charmosa linha no teto, que se inclina gradualmente em direção à traseira, que é embelezada por exclusivas lanternas totalmente de leds. Mais do que elegante, seu design também é eficiente, permitindo um Cx de somente 0,29. Toda a parte inferior da carroceria recebe uma série de elementos plásticos escurecidos, incluindo o exclusivo Airbump® para proteção adicional nas portas.

Sua proposta de reunir estilo e espaço interno amplo em uma embalagem compacta aparece nas principais medidas. São 4,60 metros de comprimento, 2,76 metros de entre-eixos e 1,80 metros de largura, criando uma cabine confortável para cinco adultos e suas bagagens: com mais de um metro de largura entre as caixas de roda e mais de um metro de profundidade, o porta-malas comporta até 510 litros, que podem ser ampliados por meio dos bancos rebatíveis.

A cabine moderna usa materiais de alta qualidade e com desenho atraente criam um ambiente aconchegante e conectado. No centro do console o C4 X recebe o novo sistema multimídia My Citroën Drive Plus com tela de 10 polegadas com integração sem fio para Android Auto e Apple Carplay, conexão via internet e atualização automática dos mapas de navegação via satélite. O painel digital customizável pode ser complementado por um sistema de projeção de informações na base do para-brisas (HUD), enquanto a lista de equipamentos disponíveis entrega um amplo pacote de conforto, luxo e segurança.

Estão disponíveis itens como controlador de velocidade adaptativo, frenagem automática de emergência com detecção de pedestres e ciclistas (inclusive à noite), assistente de manutenção de faixa, farol alto automático, leitor de placas, alerta de veículo no ponto cego, câmeras de auxílio ao estacionamento com visão de 360º e detector de fadiga.

As luzes ambientes da cabine podem ser ajustadas pelos ocupantes, que ainda podem desfrutar do amplo teto solar panorâmico e dos exclusivos bancos Advanced Comfort Seat. Com espuma 15 mm mais espessa, eles não só apoiam melhor o corpo como podem receber sistema de massagem para os bancos dianteiros e aquecimento para quatro ocupantes. Os passageiros do banco traseiro terão à disposição quase 20 cm de espaço para os joelhos, saídas do ar-condicionado e encostos inclinados em 27º, agregando ainda mais conforto em viagens.

Gadgets e celulares podem ser recarregados nos quatro conectores USB posicionados na parte inferior do painel e no console central traseiro, com entradas do tipo A e do tipo C à disposição para todos os ocupantes. Passageiros do banco dianteiro ainda podem usar o exclusivo Citroën Smart Pad Support™, que permite a fixação segura dos principais tablets do mercado em um mecanismo retrátil posicionado na lateral do painel. Quando não estiver em uso, o tablet pode ser guardado em uma gaveta abaixo do mesmo compartimento e acima do porta-luvas, em um local protegido e emborrachado para evitar ruído e o deslocamento de objetos.

O C4 X irá oferecer uma ampla gama de motorizações térmicas, todas com alimentação por injeção direta com turbocompressor. Os propulsores PureTech 100 e 130 a gasolina poderão ser associados a um câmbio manual de seis marchas ou uma caixa automática de oito relações, enquanto a versão Blue HDi turbodiesel será oferecida exclusivamente com câmbio automático de oito marchas. Todos os conjuntos aliam eficiência e performance com o conforto da exclusiva suspensão Citroën Advanced Comfort. Com sistema de batentes hidráulicos progressivos, ela entrega aos ocupantes o efeito “Tapete Voador” criado pela Citroën há quase 70 anos.

Já o ë-C4 X acumula todos os atributos da versão térmica em um conjunto elétrico de alta eficiência. Seu motor de 100 kW e torque de 260 Nm disponível a qualquer velocidade possibilitam uma aceleração de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos, com uma suavidade e silêncio que são marca dos modelos eletrificados da Citroën. O conjunto de baterias de alta tensão possui 50 kWh de capacidade e dá ao ë-C4 X um alcance de até 360 km pelo ciclo WLTP. Ele é compatível com sistema de recarga rápida de até 100 kW, possibilitando um ganho de 10 km de autonomia por minuto. Para repor o nível da bateria de 0 a 80% bastam somente 30 minutos.

Os Citroën C4 X e ë-C4 X serão feitos no Polo Automotivo da Stellantis em Madri (Espanha), e ele começa a ser vendido nos principais mercados da Europa, Ásia e Oriente Médio no início do outono do hemisfério norte.

Fonte: Stellantis

Série especial Citroën My Ami Buggy se esgota após menos de 18 minutos

Seguindo o sucesso do conceito revelado há alguns meses, a Citroën apresentou na Europa a inédita e Edição Especial Ultra Limitada My Ami Buggy. Com design marcante e proposta única, o My Ami Buggy será produzido em um lote de somente 50 unidades e é destinado a entusiastas que buscam uma solução de mobilidade que alia liberdade, prazer e espírito de aventura. Com motorização elétrica, o My Ami Buggy é ideal para o uso recreativo em diferentes ambientes, incluindo o campo e praias, especialmente no início do verão europeu.

Baseado no modelo que conquistou o continente, o My Ami Buggy tem visual exclusivo, com destaque para a cor Khaki da carroceria 100% reciclável, rodas de 14” de aço com pintura dourada e calotas exclusivas e portas compostas por aço tubular, que incrementam a amplitude da cabine. O estilo ao ar livre é complementado pela exclusiva capota de lona removível, um recurso que já fez história em modelos icônicos com os Citroën 2CV e o Mehari. O visual é finalizado com proteções adicionais nos para-lamas e para-choques. Um marcante tom amarelo faz contraste na parte exterior e na cabine do My Ami Buggy, estando presente nas costuras dos bancos, gancho para sacolas, puxadores das portas e nos três compartimentos do console.

“O público reagiu com entusiasmo quando apresentamos o My Ami Buggy Concept e muitos
os clientes pediram por ele. Hoje, temos o prazer de dar vida ao espírito deste conceito com
a série exclusiva My Ami Buggy e para ilustrar mais uma vez o potencial para personalizar Ami. Sem portas e com teto conversível, o My Ami Buggy permite que motorista e passageiro se sintam mais livres e desfrutar de uma condução silenciosa no modo elétrico”, disse Laurence Hansen, Diretor de Estratégia e Produtos da Citroën.

Essa proposta única e exclusiva conquistou rapidamente os clientes na região. E bota rápido nisso: em somente 17 minutos e 28 segundos as 50 unidades do My Ami Buggy se esgotaram, representando a média de uma venda a cada 21 segundos. O primeiro cliente precisou de só 2 minutos e 53 segundos após o início das vendas para efetivar a compra, feita de forma totalmente on-line.

As entregas do My Ami Buggy começam na segunda metade de agosto e acompanham a exclusividade do produto. Os proprietários poderão receber o modelo em sua própria casa e farão parte do grupo com mais de 21 mil clientes que o Ami conquistou desde seu lançamento em 2020. Atualmente a linha Ami está à venda em nove países da Europa.

A marca Citroën

Desde 1919, a Citroën cria automóveis, tecnologias e soluções de mobilidade para responder às mudanças da sociedade. Marca de ousadia e inovação, a Citroën coloca a tranquilidade e o bem-estar no centro da experiência do cliente e oferece uma ampla gama de modelos, desde o diferenciado Ami, um objeto de mobilidade elétrica projetado para a cidade, até sedãs, SUVs e veículos comerciais, a maioria disponível em versões elétricas ou híbridas recarregáveis. Marca pioneira no atendimento e atenção aos seus clientes particulares e profissionais, a Citroën está presente em 101 países e conta com uma rede de 6.200 pontos de venda e atendimento em todo o mundo. 

FORD apresenta supervan elétrica de 2.000cv inspirada da E-Transit

A Ford apresentou hoje a Ford Pro Electric SuperVan, quarta geração da sua icônica linha de vans de ultra-alta performance, no tradicional Festival de Velocidade de Goodwood, no Reino Unido. A nova van elétrica, com cerca de 2.000 cv, é a mais potente já produzida pela marca: acelera de 0 a 100 km/h em menos de dois segundos e chega a mais de 300 km/h – veja o vídeo.

Desenvolvida como protótipo pela Ford Performance e pela STARD, especializada em carros elétricos de competição, na Áustria, a supervan é uma vitrine das tecnologias de eletrificação e conectividade já oferecidas na linha Transit, levadas ao extremo para o mundo das pistas. Para mostrar do que ela é capaz, o piloto campeão Romain Dumas vai dirigi-la na famosa prova de subida de Goodwood.

A Ford Pro Electric SuperVan é equipada com quatro motores elétricos, tração integral, bateria de 50 kWh com refrigeração líquida e um sistema especial de controle. O seu chassi, desenvolvido especialmente para as pistas, é baseado na E-Transit, primeira versão elétrica da van mais vendida da Europa.

A Ford Pro, divisão de veículos comerciais da marca, oferece vários serviços conectados que ajudam a aumentar a produtividade da Transit em operação normal. Na supervan, a transmissão de dados em tempo real e o gerenciamento remoto servem também para elevar ao máximo a performance do veículo.

“Com 2.000 cv de potência elétrica, emoção incomparável e estilo inspirado na nova E-Transit, esta é a supervan do século 21. Mas performance não é só potência. Como nos carros de corrida modernos, os engenheiros podem usar os dados em tempo real para otimizar o seu desempenho”, diz Mark Rushbrook, diretor global da Ford Performance Motorsports.

Desafiando limites

A primeira supervan da Ford, a Transit Mk. 1, foi apresentada em 1971 com motor central do Ford GT40 vencedor de Le Mans. A fórmula foi aprimorada na Transit Mk. 2, com carroceria de fibra de vidro e a estrutura monobloco do carro de corrida C100 da Ford, com motor V8 Cosworth de 590 cv. Esse modelo mais tarde renasceu como a repaginada Transit Mk. 3, com motor Cosworth HB de 650 cv compartilhado com carros de Fórmula 1 da época.

O time de design da Ford teve liberdade para criar o estilo agressivo da Ford Pro Electric SuperVan, com linhas musculosas e arcos de rodas que revelam a sua extrema capacidade. O time de engenharia também pôde aproveitar todo o potencial da motorização elétrica, com menos restrições de espaço e refrigeração que as normalmente encontradas nos motores a combustão.

A van de competição combina a estrutura de aço da E-Transit com paineis de carroceria em composto leve. O conjunto de bateria, montado para otimizar a distribuição do peso e manter o centro de gravidade baixo, pode ser recarregado em cerca de 45 minutos em um carregador rápido padrão.

Como na E-Transit, o motorista conta com várias câmeras para ajudar nas manobras. E foram instaladas também câmeras adicionais para o público poder acompanhar a sua performance impressionante.

O divisor frontal, as saias laterais e o difusor traseiro são típicos de veículos de competição. Os recortes e a asa traseira geram “downforce” para aumentar a tração na pista. A suspensão de braços duplos e os freios também são especiais.

Novos recursos

O interior da supervan tem gaiola de proteção e bancos padrão FIA e uma grande tela multimídia vinda de veículos de produção da Ford, como o Mustang Mach-E. Ela controla os sistemas de conectividade, informação e também os cinco modos de direção que variam o mapa de torque, a frenagem regenerativa e outros parâmetros de resposta para rodagem em estrada, pista, drag, drift e rali.

O pacote eletrônico inclui controle de tração e de partida, limitador de velocidade para “pit-lane” e frenagem regenerativa de três estágios para recarregar a bateria – similar à usada na E-Transit. Em baixa velocidade, o modo Eco otimiza a eficiência do motor, maximiza a frenagem regenerativa e corta a tração no eixo traseiro. O botão E-Boost aumenta a potência e o torque instantâneos para velocidade máxima.

Outro recurso novo e empolgante é o modo de limpeza de pneus: ele freia totalmente um eixo e libera a tração no outro, criando “burnouts” impressionantes na frente ou na traseira, para limpar e aquecer os pneus antes das corridas.

Mais que uma vitrine de tecnologias avançadas de eletrificação e conectividade, a supervan elétrica é um experimento científico de alta velocidade. As suas propostas inovadoras de desempenho e design levam os limites da engenharia a um novo patamar para o aprimoramento de futuros veículos, softwares e serviços da Ford. 

Fonte: FORD

Arena of the Future

Arena of the Future

AMSTERDÃ, 10 de junho de 2022 – Depois de meses de testes no circuito “Arena of the Future”, a Stellantis, juntamente com os seus parceiros de projeto, demonstrou hoje em Chiari, Itália, a capacidade da tecnologia DWPT (Dynamic Wireless Power Transfer) para carregar veículos elétricos (EV) “sem fios” quando viajam em faixas de estrada específicas especialmente preparadas.

DWPT é um sistema de bobinas colocadas sob o asfalto que transfere energia diretamente para automóveis, caminhões e ônibus sem que estes precisem parar em estações de carregamento para recarregar a bateria. A tecnologia pode ser adaptada para todos os veículos equipados com um receptor especial que transfere a energia proveniente da infraestrutura da estrada diretamente para o motor elétrico, ampliando a autonomia e conservando a carga da bateria do veículo.

O projeto-piloto da Stellantis e dos parceiros envolvidos é coordenado pela A35 Brebemi, uma empresa pertencente à operadora global de infraestruturas de transporte Aleatica, centrada em soluções de mobilidade sustentáveis e inovadoras.

“O nosso plano estratégico de longo prazo, Dare Forward 2030, é baseado na premissa de oferecer ‘liberdade de mobilidade de vanguarda’ para todos e este projeto é a verdadeira essência do nosso rumo como empresa,” afirmou Anne-Lise Richard, Head da e-Mobility Business Unit global da Stellantis. “Trabalhando com este incrível grupo de parceiros, provamos que a tecnologia de carregamento por indução consegue alimentar o nosso futuro eletrificado. Estes projetos conjuntos são passos entusiasmantes no trabalho para alcançar um tempo de vida útil mais longo para as baterias, menos ansiedade com a autonomia do veículo, maior eficiência energética, baterias de menores dimensões, desempenho notável e peso e custo mais baixos.”

O trabalho em “Arena of the Future” mostra que um BEV, como o Novo 500 da Fiat, preparado para testar o sistema consegue viajar a velocidades típicas de autoestrada sem consumir a energia armazenada na bateria. Os testes mostram que a eficiência do fluxo de energia do asfalto para o veículo é comparável à eficiência característica dos postos de carregamento rápido, razão pela qual o condutor não precisa de parar para recarregar. Além disso, as medições da intensidade do campo magnético provam que não há impacto sobre o condutor e passageiros.

No evento, foi apresentado um Maserati Grecale Folgore, para anunciar o iminente envolvimento da Maserati no projeto. A denominação Folgore identifica a versão totalmente elétrica da Maserati, que irá eletrificar toda a sua gama de produto até 2025. O veículo, devidamente preparado, percorrerá o circuito “Arena of the Future” para recolher dados e transmitir uma análise de desempenho pormenorizada.

O “Arena of the Future” é alimentado por corrente contínua (DC), que oferece várias vantagens concretas e únicas, incluindo:

• Reduzir perdas de potência no processo de distribuição de energia;

• Garantir uma integração direta com fontes de energia renovável sem necessidade de converter DC em AC;

• Permitir a utilização de cabos mais finos do que a distribuição de corrente AC com vantagens evidentes em termos de acondicionamento, peso e ocorrência de corrente harmônica; e,

• Usar cabos de alumínio para distribuição do corrente, que é mais fácil de obter e custa metade em comparação com o de cobre, além de ser mais leve e mais fácil de reciclar num modelo de negócio de economia circular.

A DWPT é uma das tecnologias destinadas a simplificar a abordagem do cliente em relação à mobilidade elétrica e, por fim, a responder de uma forma tangível aos requisitos para a descarbonização e a sustentabilidade ambiental no setor da mobilidade. A revista “Time” citou o sistema de carregamento por indução em estrada subjacente ao “Arena of the Future” como uma das 100 invenções mais importantes de 2021.

Estes objetivos são alcançáveis graças às tecnologias inovadoras oferecidas pelo 5G, pela IoT (Internet das Coisas) e por soluções de aplicação baseadas em IA que facilitam o intercâmbio de informações entre o veículo e a plataforma de gestão do sistema, aumentando a segurança em estrada e a eficiência das viagens. A transferência de energia induzida DWPT não utiliza cabos expostos, mantendo a superfície da via segura para o tráfego de pedestres.

Esta tecnologia está atraindo interesse global para desenvolvimento comercial devido à versatilidade nas suas versões indutivas dinâmicas e estáticas. Além de ser útil em estradas e autoestradas, também é adequada quando combinada com outras infraestruturas como portos, aeroportos e parques de estacionamento.

Fonte: Stellantis

Público poderá testar elétricos da VW pela 1ª vez no Dia da Mobilidade

ID.4 e ID.3 estarão presentes em evento que acontecerá no próximo sábado (28), na cidade de São Paulo

Segundo a Volkswagen, os modelos ID.3 e ID.4 estarão disponíveis para testes com o público brasileiro pela primeira vez no próximo sábado (28), durante o Dia da Mobilidade Elétrica, evento que acontecerá na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Com a presença dos modelos elétricos no evento, que vai disseminar a eletromobilidade e possibilitar a experimentação dos veículos ‘verdes’, a Volkswagen reforça sua estratégia de mobilidade sustentável no País, e se conecta com novos consumidores.

Totalmente elétricos, ID.3 e ID.4 são montados sobre a exclusiva plataforma MEB, dedicada aos automóveis elétricos do Grupo Volkswagen. As versões presentes no evento trazem motor de 204 cv e torque de 310 Nm, alimentados pelo conjunto de baterias de 58 kWh e 77 kWh, respectivamente, com autonomia prevista de até 426 km para ID.3 e de 522 km para ID.4, ambas de acordo com o ciclo europeu (WLTP). Nos dois modelos, o sistema de recarga rápida é capaz de recuperar até 80% da bateria em aproximadamente 50 minutos, considerando a recarga DC (100 kW). Por falar em bateria, elas ficam posicionadas nos assoalhos dos modelos, permitindo um melhor aproveitamento do habitáculo.

Elétricos, tecnológicos e emocionantes

Ousados, tecnológicos e cheios de personalidade, os modelos exibem a nova identidade para a Volkswagen, projetadas pelo time de design do brasileiro Marco Pavone, Head Mundial de Design Exterior da Volkswagen. Aparecem com o sobrenome 1st Edition, uma exclusiva edição especial trazendo altos níveis de equipamento. O ID.3 segue o Beetle e o Golf na introdução do terceiro capítulo de maior importância estratégica para a história da marca Volkswagen no mundo. Já o ID.4 figura no segmento que mais cresce no mundo, o de SUVs.

Ambos se destacam pela grande distância entre-eixos da plataforma MEB, que combinada com balanços muito curtos, resulta em um amplo espaço interno e estabelece novos parâmetros para as categorias. Falando sobre a parte externa, tanto compacto como SUV chamam atenção por seus faróis interativos matriciais, denominados IQ. Light. Esses faróis foram combinados com os novos conjuntos de luzes traseiras em LED 3D. Os olhos de quem observa os IDs pela primeira vez não deixarão de notar as rodas de liga leve de 20 polegadas (ID.3) e 21 polegadas (ID.4) escolhidas para as versões.

A bordo dos elétricos da VW

As unidades disponíveis para test-drive durante o Dia da Mobilidade Elétrica encantam internamente graças aos seus recursos digitais e garantem que todos os motoristas se ambientem intuitivamente. Os dois são equipados com painel de instrumentos digital de 5,3 polegadas, infotainment sensível ao toque, de 10 polegadas para ID.3. e 12 polegadas para ID.4., posicionada centralmente e que disponibiliza ao motorista todas as informações mais importantes. Todos os controles, incluindo os localizados no volante multifuncional, são operados através de botões sensíveis ao toque. Somente os vidros elétricos continuam a ser acionados por interruptores táteis. Tudo isso é suplementado por um controle por voz natural e inteligente. Graças ao App Connect, ID.3 e ID.4 são conectados ao smartphone em questão de segundos.

A versão disponível do ID.4 oferece ainda teto solar panorâmico e head-up display, com informações projetadas no para-brisa em realidade aumentada, além de projeção de dados em 3D. No que se refere ao design interno, hatch e SUV impressionam pela utilização de materiais requintados e pela praticidade dos elementos disponíveis para quem está a bordo.

Em termos de segurança, os elétricos da VW têm lista longa de equipamentos, que incluem frenagem automática de emergência com reconhecimento de pedestres e ciclistas, sistema de manutenção de faixa e detecção de placas de trânsito, detector de fadiga do motorista, detector de ponto cego, controle de cruzeiro adaptativo, entre outros.

Serviço:

Dia da Mobilidade Elétrica

28 de maio

Local: Praça Charles Miller, Pacaembu – São Paulo

Horário: 12h às 18h

Volkswagen ID. Buggy Concept

A Volkswagen apresentou o ID. BUGGY no Salão Automóvel Internacional de Genebra. Na noite anterior ao primeiro dia de imprensa, o carro-conceito celebrou sua estreia mundial na Volkswagen Group Night. O ID. O BUGGY é um veículo de alta tecnologia de emissões zero para o verão, na praia ou na cidade, baseado na matriz de acionamento elétrico modular (MEB). “O ID. BUGGY demonstra o amplo espectro de mobilidade livre de emissões que pode ser alcançado com o MEB dentro da marca Volkswagen. Mas queremos abrir a plataforma para fornecedores terceirizados”, explica Ralf Brandstätter, CEO da marca Volkswagen .

Os paralelos entre os buggies californianos dos anos sessenta e o novo ID. BUGGY são aparentes. Todos os buggies de praia da época apresentavam um alto grau de variabilidade modular – com base no chassi do lendário Beetle, com um motor boxer de quatro cilindros funcionando na parte traseira. Fabricantes de pequenas séries esticaram uma cobertura feita de plástico reforçado com fibra de vidro (GFRP) sobre o chassi e o motor do Fusca, escrevendo assim a história automotiva. O ID. BUGGY está ligado a este conceito de culto com as possibilidades técnicas da era moderna. A base aqui é o chassi progressivo do MEB. Integrado no piso do veículo: uma bateria de alta tensão.

Volkswagen ID. Buggy Concept

Esta bateria recarregável de íon de lítio fornece a eletricidade para o ID. Motor elétrico de tração traseira de 150 kW/204 PS do BUGGY. Um motor elétrico adicional no eixo dianteiro também é concebível para realizar uma tração nas quatro rodas com um “eixo de transmissão elétrico”.

A linguagem de design clara expressa a experiência única ao dirigir o buggy. Para poder sentir o vento, um teto fixo e portas foram deliberadamente dispensados. É por isso que o design resiliente e minimalista do interior é caracterizado por materiais impermeáveis. O carro conceito é um puro 2 lugares; no entanto, o ID. O BUGGY também pode ser convertido em 2+2 lugares.

Volkswagen ID. Buggy Concept

O corpo composto fabricado a partir de uma mistura de alumínio, aço e plástico é autoportante. Graças ao design modular, a parte superior do corpo pode ser destacada do chassi MEB. Um sinal claro para pequenos fabricantes de séries e start-ups: como no passado, a Volkswagen está se abrindo para produtores externos com o ID. Conceito de BUGGY. A oferta: Você pode construir o buggy da nova era, com emissões zero, com base neste conceito. Em geral, o MEB também tem potencial para se tornar a nova base técnica da mobilidade elétrica para muitos fabricantes de automóveis. Antecedentes: No início de 2019, a Volkswagen anunciou pela primeira vez que pretendia também tornar o MEB acessível aos concorrentes como plataforma de veículos elétricos.

Ao mesmo tempo, o ID. O BUGGY ilustra o amplo espectro de mobilidade livre de emissões que pode ser alcançada com a matriz de acionamento elétrico modular da marca Volkswagen: Na sequência do ID.1) (classe compacta), ID. BUZZ) (van), ID. CROZZ) (SUV) e ID. VIZZION) (saloon), o novo ID. BUGGY é o quinto carro-conceito baseado no MEB, com o qual a Volkswagen confirmou a natureza multifacetada do ID. Família.

Detroit Electric SP01

O automobilismo livre de emissões tem um novo campeão de alto desempenho após o lançamento do Detroit Electric SP01, um carro esportivo totalmente elétrico de edição limitada de dois lugares que estabelece novos padrões de desempenho e manuseio no veículo elétrico (EV) segmento. Com uma impressionante velocidade máxima de 249 km/h e cobrindo a corrida de 0-62 mph (0-100 km/h) em 3,7 segundos, o SP01 é o carro de produção totalmente elétrico mais rápido do mundo.

O novo SP01 foi lançado sob o mantra da marca de “Pure Electric Excitement” e foi revelado na nova sede da Detroit Electric no Fisher Building, no centro de Detroit. Apenas 999 exemplares seriam construídos nas novas instalações de produção da Detroit Electric em Wayne County, Michigan, com carros vendidos em todo o mundo através de uma rede de parceiros de varejo especializados.

O desempenho excepcional do SP01 deve-se em grande parte à sua excelente relação peso/potência. A tração traseira SP01 apresenta um motor elétrico compacto de 201 cv de montagem central (fornecendo 166 lb-ft de torque), uma bateria leve e projetada para o propósito e uma carroceria totalmente nova em fibra de carbono. O peso total é de apenas 2.354 lb, contribuindo para a dinâmica de direção superior e manuseio líder da classe do SP01.

O veículo é baseado em uma plataforma de alumínio forte e leve, e foi lançado após um programa de desenvolvimento e testes de estrada de cinco anos. Além da nova carroceria de fibra de carbono, semelhante à usada no chassi dos veículos de Fórmula 1, o SP01 também possui sistemas especializados de suspensão, direção e freios ajustados ao desempenho para fornecer características de condução e manuseio líderes da classe.

Para fornecer torque instantâneo para aceleração de tirar o fôlego, o inovador trem de força do SP01 cria um campo eletromagnético ao redor do eixo do rotor, que então gira em velocidades variadas para acionar as rodas. Os motoristas podem selecionar uma das quatro relações de marcha para uma aceleração ideal, mas ao contrário de um câmbio manual em um carro convencional, há pouca necessidade de mudar de marcha regularmente para garantir um progresso rápido.

Com uma impressionante capacidade de armazenamento de energia de 37 kWh, a bateria oferece ao SP01 um alcance de quase 300 km entre recargas, quando testado de acordo com o padrão New European Driving Cycle (NEDC). A unidade de carregamento doméstico da Detroit Electric permitirá que os motoristas carreguem seu SP01, com carga total alcançada em 4,3 horas. Rigorosamente testada pela Detroit Electric para uso no SP01, a tecnologia de bateria também foi implantada com sucesso em outras aplicações altamente exigentes, principalmente em helicópteros e submarinos.

“O SP01 será exclusivo, luxuoso e tecnologicamente avançado”, disse Albert Lam, presidente da Detroit Electric e CEO do Grupo. “É um marco na história da marca Detroit Electric, mas também um desenvolvimento significativo para o setor internacional de EV. O carro nos permitirá demonstrar ao mundo nossa capacidade de construir um produto emocionante e inovador, que apresenta desempenho excepcional. juntamente com fortes credenciais verdes, e que proporciona uma experiência de condução emocionante.”

A carroceria sob medida do SP01 é construída inteiramente em fibra de carbono. Estilizado pelo chefe de design da Detroit Electric, Jerry Chung, as linhas angulares e a postura musculosa do SP01 conferem ao carro um design arrojado e imponente, além de otimizar a eficiência aerodinâmica.

O painel frontal de peça única apresenta um capô com contornos nítidos e para-lamas dianteiros angulares com entradas de ar imponentes para enfatizar a potência e a destreza do carro. O compacto conjunto de luzes traseiras é uma reminiscência dos carros esportivos americanos de alto desempenho do passado, enquanto os dutos de resfriamento laterais integrados aprimoram o perfil distinto do carro. Para acentuar as credenciais puramente elétricas do SP01, uma janela de inspeção transparente exibe a impressionante tecnologia de bateria do veículo.

O interior do veículo sugere a essência da marca Detroit Electric, combinando requinte luxuoso com tecnologia avançada – destacada pelo uso de fibra de carbono e acabamentos de couro especialmente selecionados.

A cabine do SP01 está repleta de inovação, sendo o primeiro a usar aplicativos de smartphone para gerenciar o sistema completo de infoentretenimento no carro. Chamado de ‘SAMI’ (Smartphone Application Managed Infotainment system), o SAMI fornece acesso a uma ampla gama de funções, incluindo music player, navegação por satélite, ajuste de iluminação interna e status dos sistemas do veículo – como o nível de carga da bateria, alcance para recarregar e outros telemetria do veículo. É claro que também pode ser usado para fazer chamadas de celular.

A inspiração não para por aqui. O SAMI também pode atuar como uma unidade de controle remoto (via GSM), permitindo ao usuário localizar o veículo, ligar o sistema de climatização e verificar o estado da carga.

“Nossos engenheiros de pesquisa na Detroit Electric tomaram medidas para quebrar o molde”, acrescenta o Sr. Lam. “O SP01 é mais do que um carro esportivo, é uma unidade de energia móvel, permitindo que o usuário use a energia da bateria armazenada para alimentar não apenas o carro, mas até mesmo uma casa inteira. O SP01 está equipado com capacidade de carga e descarga bidirecional, permitindo que libere sua energia elétrica armazenada para alimentar uma casa.”

O recurso de carga e descarga bidirecional do SP01 é possível através da unidade de carregamento e backup doméstico patenteada Detroit Electric, chamada “360 Powerback”. É uma unidade inteligente de carregamento doméstico e reserva de energia que permite que a bateria do SP01 seja carregada a uma taxa de 8 kWh (240V@32A). Essa unidade inteligente também pode detectar qualquer falha de energia da rede e fornecer a opção ao usuário – via SAMI e rede GSM – de instruir o veículo a restaurar a energia da casa usando sua energia armazenada.

“O 360 Powerback é o próximo nível de inovação e mostra nossa determinação em fornecer uma proposta de valor adicional por meio de nossos EVs, elevando-nos de forma única em relação a outros no segmento”, acrescentou Lam.

Um sistema de frenagem totalmente a disco, juntamente com ABS (travagem antibloqueio) e ESP (Controle Eletrônico de Estabilidade) é instalado como padrão, garantindo excelente poder de frenagem. Mas é a tecnologia de Frenagem Regenerativa do SP01 que diferencia o carro, sustentando um excelente desempenho de frenagem e garantindo maior eficiência energética. O mecanismo de recuperação de energia do carro usa o motor como gerador, recuperando a energia cinética quando a aceleração é interrompida e usando-a para recarregar as baterias do veículo, imitando as características de retardo de um motor a gasolina.

O carro esportivo SP01 é o primeiro veículo de produção a ser comercializado sob a marca Detroit Electric desde 1939. O preço do SP01 começou em US$135.000 e variou de acordo com as especificações e impostos locais. Cada SP01 veio com uma garantia de três anos e 30.000 milhas com uma extensão opcional para a bateria para cinco anos e 50.000 milhas.

Ford Mustang Mach-E

Pela primeira vez em 55 anos, a Ford expandiu a família Mustang, trazendo o famoso pônei para a era elétrica com o Mustang Mach-E, um SUV totalmente novo e totalmente elétrico, nascido dos mesmos ideais americanos que inspiraram os melhores – vender cupê esportivo no mundo.

Desde que o Mustang original conquistou o mundo em 1964, ele rapidamente passou a representar o melhor do espírito americano: liberdade, progresso, desempenho rápido e um toque de rebeldia. Agora, o Mustang está pronto para levar essas ideias para um futuro elétrico poderoso, com espaço para as necessidades crescentes dos clientes e atualizações avançadas que continuam a melhorar o veículo.

“No primeiro salão do automóvel de Detroit, Henry Ford disse que estava trabalhando em algo que atingiria como um raio bifurcado”, disse Bill Ford, presidente executivo da Ford Motor Company. “Esse foi o Modelo T. Hoje, a Ford Motor Company tem o orgulho de revelar um carro que atinge como um relâmpago bifurcado novamente. O novo Mustang Mach-E totalmente elétrico. É rápido. É divertido. É liberdade. Para uma nova geração de proprietários de Mustang.”

Desenvolvido em um prédio de tijolos centenário a poucos quarteirões da primeira fábrica de Henry Ford em Detroit, a Ford deu vida ao Mustang Mach-E por meio de um processo de desenvolvimento concentrado inteiramente nas necessidades e desejos dos clientes. O resultado foi um SUV elegante e bonito que oferece condução e manuseio espirituosos, com tecnologia de veículo conectado de última geração que torna o Mach-E ainda melhor ao longo do tempo.

Quando chegou no final de 2020, o Mustang Mach-E estava disponível com opções de bateria padrão e de alcance estendido com tração traseira ou tração nas quatro rodas alimentadas por motores de ímã permanente. Equipado com uma bateria de alcance estendido e tração traseira, o Mach-E tem um alcance estimado pela EPA de pelo menos 300 milhas. Em configurações de tração nas quatro rodas de alcance estendido, Mach-E tem como alvo 332 cavalos de potência e 417 lb-ft de torque – com a variação padrão de tração nas quatro rodas visando tempos mais rápidos para 60 mph do que a série básica Porsche Macan.

A Ford também oferece duas versões especiais de desempenho. O GT estava mirando 0-60 mph em menos de 4 segundos, tornando-o mais rápido do que um Porsche Macan Turbo3. Enquanto isso, o GT Performance Edition estava mirando 0-60 mph na faixa de 3 segundos comparável a um Porsche 911 GTS. -ft.) de torque.

“O Mustang Mach-E rejeita totalmente a noção de que os veículos elétricos são bons apenas para reduzir o consumo de gás”, disse Hau Thai-Tang, diretor de desenvolvimento de produtos e compras da Ford. “As pessoas querem um carro que seja emocionante de dirigir, que pareça lindo e que possa se adaptar facilmente ao seu estilo de vida – e o Mustang Mach-E oferece tudo isso em um estilo incomparável.”

Uma First Edition limitada esteve disponível com tração nas quatro rodas de alcance estendido, com pinças de freio pintadas de vermelho, capas de pedais metálicas, costura contrastante do assento e uma placa de sinalização marcada como First Edition. Aqueles que procuraram a emoção do Mach-E GT puderam fazer reservas desde 2020 para entregas a partir da primavera de 2021.

Além da aceleração empolgante, o Mustang Mach-E está disponível com as novas pinças de alumínio Flexira de desempenho da Brembo, que mantêm a funcionalidade de uma pinça fixa enquanto são projetadas com as dimensões de uma pinça flutuante. A GT Performance Edition está equipada com um sistema de amortecimento MagneRide, tecnologia de suspensão adaptativa que permite que os motoristas “abracem” a estrada enquanto proporcionam um passeio emocionante e confortável.

O Mustang Mach-E oferece três experiências de condução únicas – Whisper, Engage e Unbridled – cada uma oferecendo uma dinâmica de condução afinada com uma experiência sensorial distinta. Os recursos incluem capacidade de resposta do veículo com design personalizado, como controles de direção mais esportivos, iluminação ambiente, sons ajustados para uma autêntica experiência totalmente elétrica e animações dinâmicas de cluster vinculadas ao comportamento de direção.

Quando o veículo foi lançado, estava disponível um novo sistema de tração nas quatro rodas Mach-E 4 que podia aplicar torque independentemente nos eixos dianteiro e traseiro para fornecer aceleração impressionante e manuseio, aprimorado em relação ao modelo de tração traseira. A Ford ajustou esse sistema para fornecer excelente tração na estrada, testando rigorosamente o veículo em terrenos molhados e com neve para ajudar no controle em condições escorregadias. Mach-E foi o primeiro veículo de produção a ser ajustado pela equipe Ford Performance utilizando o simulador de corrida da Ford na Carolina do Norte.

“Se você quer realmente sentir sua capacidade de desempenho ou está procurando a atmosfera silenciosa que os veículos elétricos podem oferecer, o Mach-E aproveita o poder da eletrificação para criar uma experiência de direção única, mantendo a inconfundível sensação de liberdade do Mustang”, disse Ted. Cannis, diretor da linha de produtos corporativos da Ford, eletrificação global.

Fazendo sua estréia no Mach-E, temos a próxima geração do sistema de comunicação e entretenimento SYNC, uma interface elegante e moderna que usa aprendizado de máquina para aprender rapidamente as preferências dos motoristas e fica ainda melhor com o tempo, graças às atualizações avançadas pelo ar. A tela de 15,5 polegadas e a interface simples do SYNC de última geração eliminam menus complicados, facilitando o acesso a recursos com controles de toque, furto e pinça que todo proprietário de smartphone se sentirá confortável em usar.

“O SYNC de próxima geração começa a se adaptar ativamente a você assim que você começa a usá-lo, aprendendo rapidamente suas preferências e fazendo sugestões personalizadas”, disse Darren Palmer, diretor global da Ford para veículos elétricos a bateria. “Ele pode sugerir ir à academia se aprender que segundas-feiras são dias de treino ou ligar para casa se você fizer isso todos os dias depois do trabalho. O resultado é um assistente conectado à nuvem e uma interface intuitiva, bonita e pronta para o futuro, graças ao fast over atualizações no ar.”

À medida que o SYNC da próxima geração evolui para atender melhor os clientes ao longo do tempo, a Ford equipou o Mach-E com a capacidade de melhorar continuamente através da entrega de atualizações seguras pelo ar que são capazes de melhorar o desempenho do veículo, oferecendo atualizações de manutenção e até adicionando recursos totalmente novos.

Usando a nova arquitetura totalmente elétrica da Ford que coloca as baterias dentro da carroceria, os engenheiros e designers da Ford conseguiram criar um veículo que não é apenas fiel ao Mustang, mas também maximiza o espaço do SUV para cinco passageiros e carga.

“Graças aos avanços na tecnologia de baterias, o Mustang Mach-E é o tipo de carro que deixa as pessoas animadas para dirigir, com uma silhueta bonita e esportiva que oferece uma forma incrível raramente vista em SUVs”, disse Ron Heiser, Ford Mustang Mach- E engenheiro-chefe de programa.

O Mach-E é instantaneamente reconhecível como um Mustang, graças a elementos de assinatura, como o capô longo e poderoso, o design da traseira, faróis agressivos e lanternas traseiras com três barras. O design e a engenharia inteligentes proporcionam espaço surpreendente no banco traseiro e amplo espaço de carga.

Junto com seu sistema de propulsão totalmente novo, o Mach-E guardou outra surpresa sob o capô – mais espaço para armazenamento. Fornecendo 4,8 pés cúbicos de espaço de armazenamento, o porta-malas dianteiro é grande o suficiente para armazenar confortavelmente o equivalente a uma bolsa de bagagem de mão. E porque é drenável, os clientes podem facilmente carregá-lo com gelo e manter suas bebidas favoritas geladas – perfeito para aqueles omentos antes de um jogo ou viagem para a praia!

Para aproveitar verdadeiramente o espaço extra fornecido pela eletrificação, os designers da Ford trabalharam extensivamente com os clientes para entender como eles prefeririam usar o interior de seus veículos. Projetado com proporções do tamanho de um SUV para acomodar confortavelmente cinco adultos, o Mach-E deixa muito espaço para amigos, crianças e carga. O veículo tem o comprimento de 4.724 mm, largura de 1.880 mm e altura de 1.600 mm. A distância entre eixos é de 2.972 mm.

Além do porta-malas dianteiro, o porta-malas traseiro oferece 29 pés cúbicos de espaço. Com os bancos traseiros abaixados, o Mach-E possui 59,6 pés cúbicos de espaço – espaço mais do que suficiente para bagagem, equipamento de acampamento ou qualquer outra coisa que você queira mover.

Em todo o interior, o Mach-E representa uma fusão de design moderno e elegante e funcionalidade inteligente. Os alto-falantes Bang & Olufsen premium disponíveis são perfeitamente integrados na frente, flutuando acima das saídas de ar como uma barra de som. Um apoio de braço retrátil flutuante funciona como um lugar para guardar bolsas ou bolsas.

Indícios de design tradicionais do Mustang, como o painel de instrumentos com tampa dupla, completam o interior.

Até mesmo o teto panorâmico de vidro fixo disponível tem um segredo – um revestimento de vidro especial com proteção contra infravermelho ajuda o interior a ficar mais fresco no verão e mais quente no inverno. Além disso, uma camada interna entre o vidro ajuda a proteger contra os raios UV.

Finalmente, entrar e dar partida no veículo é fácil e sem esforço com a tecnologia Phone As A Key, que faz sua estreia na linha da marca Ford no Mustang Mach-E. Usando Bluetooth, o veículo pode detectar os smartphones dos clientes à medida que eles se aproximam, desbloqueando o Mach-E e permitindo que eles comecem a dirigir sem tirar os telefones do bolso ou usar um chaveiro. Um código de backup pode ser inserido na tela de toque central para dar partida e dirigir o veículo caso a bateria do telefone acabe.

O Mustang Mach-E estará disponível em alcance padrão (bateria de íons de lítio de 75,7 kWh) e alcance estendido (bateria de 98,8 kWh), que tem um alcance estimado pela EPA de pelo menos 300 milhas na configuração de tração traseira. Essas baterias avançadas apresentam 288 células de íon-lítio na versão padrão e 376 células de íon-lítio na faixa estendida. Projetada para facilitar a fabricação, a bateria está localizada no piso entre os dois eixos do veículo – e testada em temperaturas tão extremas quanto 40 graus Fahrenheit negativos. As baterias são protegidas dentro de uma caixa de bateria à prova d’água cercada por proteção contra colisão. Eles são refrigerados a líquido para otimizar o desempenho em condições climáticas extremas e melhorar os tempos de carregamento.

Como os proprietários de veículos elétricos fazem 80% do carregamento em casa, a Ford oferece uma estação de carregamento Ford Connected que pode adicionar um alcance médio estimado de 32 milhas por hora de carregamento em uma tomada de 240V, com base na configuração de tração traseira de alcance estendido. O carregador móvel Ford, incluído no veículo, pode adicionar uma autonomia média estimada de 22 milhas por hora de carregamento em uma tomada de 240V, a mesma utilizada para um forno convencional. A Ford está se unindo à Amazon Home para facilitar instalação fácil na casa do cliente por um eletricista licenciado.

O sistema de navegação conectado identifica locais de carregamento públicos atualizados durante as viagens e solicitará que os proprietários carreguem nos pontos mais convenientes em cada viagem – tudo para ajudar a garantir que eles não precisem se preocupar com o alcance que têm.

A Ford também facilita o carregamento em casa ou em trânsito, fornecendo várias soluções de carregamento doméstico e dando aos clientes acesso à FordPass Charging Network – a maior rede pública de carregamento do país com mais de 12.500 estações de carregamento (e mais de 35.000 plugues) e crescendo, incluindo carregadores rápidos DC. Com taxa de carregamento de pico de 150 kW, o Mustang Mach-E com bateria estendida e tração traseira pode adicionar uma média estimada de 47 milhas de alcance em aproximadamente 10 minutos enquanto carrega em uma estação de carregamento rápido DC. Estima-se que o Mustang Mach-E de alcance padrão carregue de 10% a 80% em aproximadamente 38 minutos enquanto carrega em uma estação de carregamento rápido DC.

A Ford tem mais de 2.100 revendedores certificados para veículos elétricos e mais de 3.500 técnicos treinados em veículos elétricos para dar suporte aos clientes.

O Zoe-E-Tech veio para eletrificar a sua vida

Cada vez mais os consumidores estão aderindo à mobilidade elétrica e com isso, acaba sendo mais comum encontrar estações de carregamento elétrico nos estacionamentos comerciais ou privados. E essa experiência fica ainda melhor com a EDP, responsável homologado Renault, que é o responsável pela infraestrutura da instalação dos carregadores fabricados em território nacional com a excelência e tradição da WEG, uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo.

Um dos primeiros modelos totalmente elétricos a serem oferecidos no mercado nacional, o Renault Zoe está prestes a passar por uma mudança completa no Brasil. A nova geração do hatch, que foi lançada na Europa há um ano e meio deve ser lançada por aqui no fim de abril trazendo visual renovado, bateria com maior capacidade, motor mais potente e, o melhor, maior autonomia.

No mercado europeu – onde é líder de vendas – o novo Renault Zoe conta com motor capaz de entregar 100kW (136 cavalos), além de nova bateria.

Agora com 52 kWh, a bateria do Renault ZOE E-TECH é a grande responsável por aumentar a autonomia do carro para 385 km. Ou seja: mais tempo para você curtir uma vida sustentável com uma única carga. Proporciona maior autonomia ao compacto (395 km no ciclo WLTP, ou 25% a mais que o anterior e sem aumentar o tamanho da bateria). Além disso, graças ao sistema de carregamento rápido, o veículo consegue ser recarregado com energia suficiente para rodar até 150 quilômetros em apenas meia hora.

O modo ECO permite que você otimize o consumo de energia. Ele modifica alguns recursos do veículo que gastam muita energia (aquecimento, ar condicionado, direção elétrica etc).

O Zoe E-TECH recarrega a bateria automaticamente enquanto você dirige. Ao mudar o câmbio do Modo D para o Modo B, o veículo aproveita 100% da energia gerada na frenagem. Uma tecnologia exclusiva do modelo, que aumenta ainda mais a autonomia do carro.

Com o sistema de carregamento Chameleon Charger, você pode carregar o seu Zoe E-TECH em diferentes potências: de 2.3 kW até 22 kW em modo AC (corrente alternada), ou em 50 kW no modo DC (corrente contínua).

Seu Zoe E-TECH também pode ser recarregado fora de casa, em pontos de recarga públicos. Para encontrá-los, você pode acessar o App PlugShare ou EDP EV Charge e conhecer as estações de recarga rápida e ultrarrápida localizadas em rodovias pela EDP.

Muitas rodovias já contam com postos de recarga públicos, através do carregamento rápido DC 50 kW, seu Zoe E-TECH precisa de apenas 30 minutos para recuperar 157 km de autonomia. E então seguir viagem.

Já com relação ao visual, as mudanças foram menos impactantes, concentrando-se na dianteira do veículo, que agora traz um estilo menos futurista e mais próximo ao dos modelos convencionais, com dois grandes nichos no para-choque que acomodam os faróis de neblina (quando disponíveis). Os faróis são de LED e trazem as luzes diurnas incorporadas. Na traseira, de acordo com a montadora, as lanternas (também de LED) garantem visibilidade 75% maior nas sinalizações.

No Brasil, como os preços do modelo anterior já haviam sido fortemente reajustados no ano passado, os valores do novo Zoe não devem surpreender – embora continuem bastante caros. Em abril de 2021, dizia-se que o novo Zoe deveria custar a partir de R$ 203.678, que seria o preço da atual versão de entrada.

Kombi elétrica aparece pela 1ª vez ao público em evento de inovação

São Bernardo do Campo – Um ícone genuíno da era elétrica num celeiro de inovação mundial: o ID. Buzz é a grande atração da edição 2022 do SXSW (South by Southwest® Conference & Festivals), sediado na cidade de Austin, no Texas. Por lá, ele é apresentado pela primeira vez ao público depois da World Première no último dia 9 de março, transmitida diretamente de Hamburgo, na Alemanha.

É no maior festival de inovação do mundo que os quase 400 mil visitantes têm a chance de conhecer em primeira mão o novo capítulo da história da Volkswagen. Durante a conferência SXSW, que acontece de forma presencial depois de dois anos, o ID. BUZZ está presente em pontos próximos ao Austin Convention Center, circulando com convidados pelas ruas da cidade em seus primeiros quilômetros sem a camuflagem colorida vista até então.

Também nos chamados “Buzz Stops”, a marca alemã promove encontros com executivos e influenciadores de todo o mundo e traz programação completa com atividades relacionadas aos temas inovação, tecnologia, mobilidade, cultura, entre outros. As exibições do ID. BUZZ também fazem parte de um acordo de patrocínio de três anos entre a marca alemã e a SXSW.

Uma Kombi para o futuro

Ao trazer linhas de DNA da icônica Kombi de primeira geração (T1), o ID. BUZZ proporciona uma experiência de condução ágil e dinâmica. Montado sobre a plataforma modular elétrica (MEB), ele oferece o máximo de área de carga e de passageiros, ocupando um espaço mínimo nas ruas.

O ID. Buzz transfere sete décadas de know-how da Kombi para a era do software e da digitalização, e traz sistemas de assistência de última geração como o ‘Car2X’, que utiliza sinais de outros veículos e da infraestrutura de transporte para detectar perigos em tempo real. Outros itens presentes são Front Assist e Lane Assist. Com o novo software, novas funções de assistência também estão a caminho. Uma delas é o “Travel Assist com Swarm data”, que facilita a condução parcialmente autônoma em toda a faixa de velocidade e, pela primeira vez, a mudança de faixa assistida na estrada. Outra novidade é a função de memória para estacionamento autônomo em um ambiente salvo anteriormente.

As vendas antecipadas devem começar em maio, na Europa, enquanto o lançamento está previsto para setembro. As unidades europeias serão equipadas com uma bateria de 77 kWh, que fornece corrente para um motor elétrico de 204 cv e movimenta o eixo traseiro. A Kombi elétrica combina alta tecnologia com uma grande história!

(fonte: https://www.vwnews.com.br/news/1409)